A cidade de Aveiro leva a fama de ser Veneza Portuguesa por ter moliceiros, os barcos que se parecem com as gôndolas. Antigamente os moliceiros eram usados para colher algas na Ria, um canal/lagoa que atravessa a cidade, hoje em dia foi transformado em atração turística! É uma cidade fofa e charmosa, mas esse título é um pouco exagerado.

Estava nublado e ventando bastante e optamos por não fazer o passeio de moliceiro, mas caso queira saber, custa 10 euros por 45 min por pessoa. Fomos a pé, caminhamos pela ponte que tem em cada ponta uma estátua (4 ao todo) com as principais profissões da cidade: (só consegui descobrir 3! rsrs) Saloneira, fogueteiro, moliceiro. 

Continuamos pela via principal e passamos pelo Fórum, o shopping da cidade e continuamos até a escadaria que tem I <3 Aveiro, super gracinha em frente ao Parque Fonte Nova com esculturas dos ovos moles e a fábrica de cerâmica. Caso você tenha optado pelo passeio de moliceiro, tem como ir até lá pela Ria.

Aveiro é cheia de casinhas bonitinhas e famosa pelo tradicional doce ovos moles. O nome pode parecer engraçado, mas prova! É delicioso! A cada esquina tem um café e restaurante e até fábricas desse doce típico. Não vá embora sem experimentar!

Fomos para Aveiro de bate e volta de Lisboa, mas é bem mais longe do que esperávamos. São 3 h e 30 min para ir e mais esse tempo para voltar! Foi bem cansativo, além de irmos com expectativa bem alta, afinal  já fomos na cidade italiana e é lindíssima! O dia estava nublado e não ajudou muito, estava esperando uma cidade muito colorida e vi uma cidade mais pra cinzenta! Dizem que de Porto esse passeio é mais leve! (Fizemos um roteiro lindinho de 3 dias por lá, confere aqui!)

Espero que gostem mais do que a gente e que nos contem a versão alegre de vocês!