O hotel é gigantesco. São tantas atividades rolando ao mesmo tempo que acaba mexendo com a nossa ansiedade. Ficar largado na piscina parece até pouco aproveitamento do espaço e do tempo!

No começo, tive um pouco de dificuldade de “só” ficar largada. Parecia que estava “perdendo” tempo. Ainda mais depois da maratona que estávamos vivendo no mês de Abril.  (Mas acho que a TPM também influenciou muito essa mini bad!). No último dia já tínhamos dominado a arte da preguiça e ficar na jacuzzi com garçom servindo drinks e aperitivos até dizer chega era quase “normal”.

Ficamos 3 dias aqui no resort e quase todos os quilos perdidos para ficarmos fit para o casamento foram praticamente recuperados. No 1º dia, garoteamos e comemos nesses pontos de snack disponíveis 24 hrs que na hora da janta, não conseguíamos mais comer.  Então, aprendemos com o erro e montamos plano de ataque para os dias seguintes: organizamos nossas refeições para conciliar jantar em 2 restaurantes pois sabíamos que não íamos conseguir comer em todos. Mega cabeça de gordo e que já que foi pago all inclusive, vamos comer até explodir! Hahahaha

Tudo aqui é ostentação. O tratamento é VIP. Todos sempre muito solícitos, sorridentes, comparando tranquilamente a Disney! Tudo de bom e do melhor mesmo!!!!!! Tinha uma banheira gigantesca no nosso quarto! Muita cara da riqueza, que se pensar nao é muito inteligente, pois molha o quarto todo! Hahahahaha

E o plus foi o casamento, que foi sem palavras!!! “Padríssimo!” (Gíria mexicana para muito sensacional!) Bebemos tudo e mais um pouco, os noivos e os convidados transpiravam álcool, cantavam musiquinha para os garçons, dançavam funk na competição do regaton e exalavam energia! Foi mágico!

Foi uma lua de mel maravilhooosaaaa! Mas todo dia de manhã fazíamos passeio para fora do resort para conhecer um pouco a região. Nos sentimos numa bolha e sentimos um pouco de falta de bater perna. Agora é DESLIGAR o modo Phyno e assumir o papel econômico.

Leave a Reply