Já deu pra perceber que abril está sendo um mês bem intenso. Isso pra não falar que estamos sendo atropelados pelo tempo!Agora estamos querendo fazer milagre de fazer a vida caber no mochilão! Detalhe básico: sempre correndo contra o tempo que tá V-O-A-N-D-O!

01/04/2017
Mudança

05/04/2017
Entrega do Apartamento

08/04/2017
Casamento

29/04/2017
Início da Viagem

Fuxicando vários blogs de viagem e com auxílio do Google (não sei o que seria da nossa geração sem ele!), descobrimos o minimalismo: viajar com o menos possível para ser mais leve e confortável. Ou seja, poucas peças de roupa, mas de qualidade, com finalidade e que combinem. Adorei essa filosofia. De verdade!

Maaaaaaaaaaas……

1º problema: Minhas roupas não combinam!

2º problema: Adoro uma promoção! Então sou o tipo de pessoa que tem muita roupa, mas a maioria em estado bem mediano.

3º problema: (que na verdade acaba sendo o único!) Não tenho roupa! Se já tenho crise – nem sempre, mas volta e meio é difícil escolher – de o que usar sabendo aonde vai, quem vai e com fotos das amigas para darem um help…. IMAGINA FAZER UM MOCHILÃO AS CEGAS!!!!

Sabemos por alto aonde queremos ir e quais programas queremos fazer, mas isso não passa do 1º mês… Vamos pegar verão, inverno, chuva, sol! Ser minimalista assim vai ser Missão Impossível 5!

Outra coisa é que nem comecei a separar as roupas porque acabo usando as roupas que mais gosto que – naturalmente – seriam as roupas que deveriam estar separadas no mochilão. Elas estão? Obvio que não! Aonde estão?!?!? No cesto de roupa suja.

Não tenho as peças “básicas” de um guarda roupa para compor x looks com y peças. E o momento é de juntar dinheiro, não de gastar comprando roupa. Entenderam o desespero?! Mas realmente, toda novidade assusta. A gente já é enrolado por natureza (sério mesmo! imagina dois enrolados casados!). Com mochila pesada e socada até não caber mais nada pode gerar bastante estresse e desgaste. Espero muito ao longo da viagem conseguir desapegar e me transformar em uma viajante minimalista porque literalmente vamos tirar o peso dos ombros! (hehehehe)

As fotos são do filme Livre (Wild), 2014. Ele é M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O, baseado em história real e conta sobre uma busca de superação pessoal e autoconhecimento ao longo da trilha de 4200 kilômetros pela costa do Oceano Pacífico. Além disso, retrata bem os perrengues da protagonista, Cheryl Strayed (Reese Witherspoon), com o mochilão gigantesco e pesado apelidado de “Monstro” durante a jornada e de não conseguir fazer tudo que ela queria levar caber dentro dele! Vale muito a pena assistir!!!!

Leave a Reply